Saturday, November 7, 2009

O amor e o seu tempo


"Amor é privilégio de maduros
estendidos na mais estreita cama,
que se torna a mais larga e mais relvosa,
roçando, em cada poro, o céu do corpo.

É isto, amor: o ganho não previsto,
o prêmio subterrâneo e coruscante,
leitura de relâmpago cifrado,
que, decifrado, nada mais existe

valendo a pena e o preço do terrestre,
salvo o minuto de ouro no relógio
minúsculo,vibrando no crepúsculo.

Amor é o que se aprende no limite,
depois de se arquivar toda a ciência
herdada, ouvida. Amor começa tarde."

(Carlos Drummond de Andrade)

Friday, November 6, 2009




É preciso estar sempre embriagado.
Isso é tudo: é a única questão. Para não sentir o horrível fardo do tempo que lhe quebra os ombros e o curva para o chão, é preciso embriagar-se sem perdão.
Mas de quê? De vinho, de poesia ou de virtude, como quiser. E se às vezes, nos degraus de um palácio, na grama verde de um fosso, na solidão triste do seu quarto, a embriaguez já estiver diminuída ou desaparecida, pergunte ao vento, à onda, à estrela, ao pássaro, ao relógio, a tudo o que foge, a tudo o que geme, a tudo o que rola, a tudo o que canta, a tudo o que fala, pergunte que horas são e o vento, a onda, a estrela, o pássaro, o relógio lhe responderão: "É hora de embriagar-se!", então, para não ser o escravo mártir do tempo, embriague-se; embriague-se sem parar! De vinho, de poesia ou de virtude.

(Charles Baudelaire)

Wednesday, September 2, 2009

Encantadora




"Feitiço Vertical"
Valter Montani


Temeroso, coloquei-me diante de ti
hipnotizado pelo teu olhar penetrante,
aprumei-me por um breve instante,
bem.... bastou você abrir o teu sorriso
aflorando em mim, um sentimento impreciso.
Teu nome, combina com esse jeito de feiticeira,
aquela que consegue tudo de qualquer maneira.
Perigoso esse seu jeito meio angelical,
estimula-me algo terno, especial,
nunca antes por mim sentido.
Esse teu sorriso encurvado nos cantos
levou-me a render-s-me aos teus encantos.
Obedecendo aos comandos do sentimento,
permiti que teu brilho incomum me prendesse
e entregue, deixei que tua magia me envolvesse.

Tuesday, August 11, 2009

A Noite (azul) na Ilha - Pablo Neruda


A Noite na Ilha

Dormi contigo a noite inteira junto do mar, na ilha.
Selvagem e doce eras entre o prazer e o sono,
entre o fogo e a água.
Talvez bem tarde nossos
sonos se uniram na altura e no fundo,
em cima como ramos que um mesmo vento move,
embaixo como raízes vermelhas que se tocam.
Talvez teu sono se separou do meu e pelo mar escuro
me procurava como antes, quando nem existias,
quando sem te enxergar naveguei a teu lado
e teus olhos buscavam o que agora - pão,
vinho, amor e cólera - te dou, cheias as mãos,
porque tu és a taça que só esperava
os dons da minha vida.
Dormi junto contigo a noite inteira,
enquanto a escura terra gira com vivos e com mortos,
de repente desperto e no meio da sombra meu braço
rodeava tua cintura.
Nem a noite nem o sonho puderam separar-nos.
Dormi contigo, amor, despertei, e tua boca
saída de teu sono me deu o sabor da terra,
de água-marinha, de algas, de tua íntima vida,
e recebi teu beijo molhado pela aurora
como se me chegasse do mar que nos rodeia.

Pablo Neruda

Sunday, June 28, 2009

Meu sonho


Pode ser que meu sonho seja assim
Te dizer quase tudo que você é pra mim
O que quero, o que espero
Sonho em te ver aqui
Sem rodeio solto os freios
Canto o amor por ti

Se me calo, tenha claro
Que é por refletir
Nas minúcias das carícias
Que eu sonho em sentir
Ter teu gosto ver teu rosto
Feliz a me pedir
Mais carinho, mais promessas
Que eu sonho em cumprir


Paralamas do Sucesso

Saturday, June 13, 2009


"Cheguei à assustadora conclusão de que eu sou o elemento decisivo.
É a minha maneira pessoal de abordar alguém que cria a atmosfera.
É o meu estado de espírito de cada dia que define o clima.
Detenho um tremendo poder para transformar a vida em alegria ou sofrimento.
Posso ser um instrumento de tortura ou de inspiração, posso humilhar ou divertir, ferir ou curar.
Em todas as situações é a minha resposta que define se uma crise vai ser agravada ou esvaziada e se uma pessoa será humanizada ou desumanizada."
(Goethe)

Monday, May 4, 2009

Como é por dentro?


Como é por dentro outra pessoa
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição de qualquer semelhança
No fundo.
Fernando Pessoa, 1934

Sunday, May 3, 2009

Drauzio Varela


"Talvez a única situação em que se pode confiar sem reservas na verdadeira intenção das palavras seja quando a mãe pede pelo filho doente."
Dr. Drauzio Varela

Mãe

"Talvez a única situação em que se pode confiar sem reservas na verdadeira intenção das palavras seja quando 
a mãe pede pelo filho doente."
Dr. Drauzio Varela


http://1.bp.blogspot.com/_1tUhruk9Stg/RkYENNPk4yI/AAAAAAAAAFY/SnHAH5C-S1Q/s400/Piet%C3%A0.jpg

Saturday, April 11, 2009

Fale muito de Deus, pouco de você e nada dos outros!!!

Sunday, April 5, 2009

Mensagem no chocolate quente



(desconheço a autoria)
Um grupo de jovens licenciados, todos bem sucedidos nas carreiras, decidiu fazer uma visita a um velho professor, agora aposentado. Durante a visita, a conversa dos jovens alongou-se em lamentos sobre o imenso stress que tinha tomado conta das suas vidas e do seu trabalho.
O professor não fez qualquer comentário sobre isso e perguntou se gostariam de tomar uma xícara de chocolate quente.
Todos se mostraram interessados e o professor dirigiu-se à cozinha, de onde regressou vários minutos depois com uma grande chaleira e uma grande quantidade de xícaras, todas diferentes – de fina porcelana e de rústico barro, de simples vidro e de cristal, umas com aspecto vulgar e outras caríssimas. Apenas disse aos jovens para se servirem à vontade.
Quando já todos tinham uma xícara de chocolate quente na mão, disse-lhes:
– Reparem como todos procuraram escolher as xícaras mais bonitas e caras, deixando ficar as mais feias e baratas...
Embora seja normal que cada um pretenda para si o melhor, é isso a origem dos vossos problemas e stress.
A xícara por onde estais a beber não acrescenta nada à qualidade do chocolate quente. Na maioria dos casos é apenas uma xícara mais requintada e algumas nem deixam ver o que estais a beber.
O que vós realmente queríeis era o chocolate quente, não a xícara; mas fostes conscientemente para as xícaras melhores...
Enquanto todos confirmavam, mais ou menos embaraçados, a observação do professor, este continuou:
– Considerai agora o seguinte: a vida é o chocolate quente; o dinheiro e a posição social são as xícaras. Estas são apenas meios de conter e servir a vida.
A xícara que cada um possui não define nem altera a qualidade da vossa vida. Por vezes, ao concentrarmo-nos apenas na xícara acabamos por nem apreciar o chocolate quente que Deus nos ofereceu.
As pessoas mais felizes nem sempre têm o melhor de tudo, apenas sabem aproveitar ao máximo tudo o que têm.
Vivei com simplicidade.
Amai generosamente.
Ajudai-vos uns aos outros com empenho.
Falai com gentileza……
e apreciai o vosso chocolate quente.

Biografia


Das coisas que tenho ouvido, uma me tocou e acordou para a minha efemeridade: “Se nossa vida pudesse ser comparada a uma subida de montanha, diríamos que, até os 40 anos, subimos, e, em seguida, iniciamos a descida... sendo, então, a chegada de volta à base, o nosso fim terreno”.
Nessa primeira metade, muitas marcas fui deixando. Parcela delas, nocivas; parte, indiferentes e outras que tiveram a força de transformar o meu coração em algo mais do que um órgão essencial.
Além da máxima que se apregoa de que um homem deve, para se sentir completo, plantar uma árvore, ter um filho e escrever um livro, acrescento realizações que me humanizaram e edificaram tanto ou até mais do que as três citadas:
- todo SER HUMANO deveria, um dia, experimentar o contato com pessoas especiais. Conviver com esquizofrenia, síndrome de Asperger, Down, PCs, DF, DA e DV mesmo que por breve período contribui para lapidação das nossas emoções e para a expansão do nosso amor... que, quanto mais damos, mais temos.

Aprenda com o Silencio - J.Y. Leloup


Aprenda com o silêncio a ouvir os sons interiores da sua alma, a calar-se nas discussões e assim
evitar tragédias e desafetos...
Aprenda com o silêncio a aceitar alguns fatos que você provocou, a ser humilde deixando o orgulho gritar lá fora, evitar reclamações vazias e sem sentido...
Aprenda com o silêncio a reparar nas coisas mais simples, valorizar o que é belo, ouvir o que faz algum sentido...
Aprenda com o silêncio que a solidão não é o pior castigo, existem companhias bem piores...
Aprenda com o silêncio que a vida é boa, que nós só precisamos olhar para o lado certo, ouvir a música certa, ler o livro certo.
Aprenda com o silêncio que
tudo tem um ciclo; como as marés que insistem em ir e voltar, os pássaros que migram e voltam ao mesmo lugar, como a Terra que faz a volta completa sobre o seu próprio eixo, complete a sua tarefa.

Aprenda com o silêncio a respeitar a sua vida, valorizar o seu dia, enxergar em você as qualidades que você possui, equilibrar os defeitos que você tem e sabe que
precisa corrigir e enxergar aqueles
que você ainda não descobriu .
Aprenda com o silêncio a relaxar, mesmo no pior trânsito, na maior das cobranças, na briga mais acalorada, na discussão entre familiares...
Aprenda com o silêncio a respeitar o seu "eu", a valorizar o ser humano que você é, a respeitar o Templo que é o seu corpo, e o Santuário que é a sua vida.
Aprenda hoje com o silêncio, que gritar não traz respeito, que ouvir ainda é melhor que muito falar...
Na natureza tudo acontece com poder e silêncio, com um silêncio poderoso; por vezes, o silêncio
é confundido com fraqueza, apatia ou indiferença.
Pensa-se que a pessoa portadora
dessa virtude está impedida de reclamar seus direitos e deve tolerar com passividade todos os abusos.
O Sol nasce e se põe em profunda quietude; move gigantescos sistemas planetários, mas penetra suavemente pela vidraça de uma janela sem a quebrar e você só sabe pelo calorzinho que ele proporciona.

Acredita-se que o silêncio não combina com o poder, pois este tem se confundido com prepotência e violência.
Acaricia as pétalas de uma rosa sem a ferir, e beija as faces de uma criança adormecida sem a
acordar; aí uma vez vamos encontrar na natureza lições preciosas a nos dizer que o verdadeiro poder anda de mãos dadas com a quietude.
As estrelas e galáxias descrevem as suas órbitas com estupenda velocidade pelas vias inexploradas do cosmos, mas nunca deram sinal da sua presença pelo mais leve ruído.
O oxigênio, poderoso mantenedor
da vida, penetra em nossos pulmões, circula discreto pelo nosso corpo, e nem lhe notamos a presença.
A luz, a vida e o espírito, os maiores poderes do universo, atuam com a suavidade de uma aparente ausência.

Como nos domínios da natureza,
o verdadeiro poder do homem não consiste em atos de violência física;
quando um homem conquista o verdadeiro poder, toda a antiga violência acaba em benevolência.
A violência é sinal de fraqueza, a benevolência é indício de poder.
Os grandes mestres sabem ser
severos e rigorosos sem renegarem a mais perfeita quietude e benevolência.
Deus, que é o supremo poder,
age com tamanha quietude que a maioria dos homens nem percebem a Sua ação.
Essa poderosa força, na qual todos estamos mergulhados, mantém o Universo em movimento, faz pulsar o coração dos pássaros, dos bandidos e dos homens de bem, na
mais perfeita leveza.
Até mesmo a morte, chega de mansinho e, como hábil cirurgiã, rompe os laços que prendem a
alma ao corpo, libertando-a do cativeiro físico.
O verdadeiro poder chega sem ruído, sem alarde e sem violência.
Sempre que a palavra poder lhe vier à mente, lembre-se do Sol: nasce e se põe em profunda quietude; move gigantescos sistemas planetários, mas penetra suavemente pela vidraça de uma janela e você só sabe pelo calorzinho que ele proporciona.

Acarinha as pétalas de uma flor sem a ferir, beija as faces de uma criança adormecida sem a acordar.
"Bem aventurados os mansos, porque eles possuirão a Terra".
"Boa Terra em teus pés, Água o bastante em tua semente, bom Vento para o teu sopro, Fogo em teu coração
e muito Amor em teu ser.”
"O êxito ou o fracasso de sua vida não depende de quanta força você põe em uma tentativa, mas da persistência no que fizer."
E em respeito a você, eu me calo, me silencio, para que você possa ouvir o seu interior que quer lhe falar, desejar-lhe uma vida vitoriosa .

Tuesday, March 24, 2009

"Não devemos aceitar sem qualificação
o princípio de tolerar os intolerantes,
senão corremos o risco de destruição de nós próprios
e da própria atitude de tolerância."
(Karl Popper)

Sunday, March 22, 2009


Mulher - Manual de Preservação da Espécie
Autor: Fabio Reynol

O desrespeito à natureza tem afetado a sobrevivência de vários seres e
entre os mais ameaçados está à fêmea da espécie humana. Tenho apenas
um exemplar em casa, que mantenho com muito zelo e dedicação, mas na
verdade acredito que é ela quem me mantém. Portanto, por uma questão
de auto-sobrevivência, lanço a campanha "Salvem as Mulheres!". Tomem
aqui os meus parcos conhecimentos em fisiologia da feminilidade a fim
de que preservemos os raros e preciosos exemplares que ainda restam:

Habitat
Mulher não pode ser mantida em cativeiro. Se for engaiolada, fugirá ou
morrerá por dentro. Não há corrente que as prenda e as que se submetem
à jaula perdem o seu DNA.

Você jamais terá a posse de uma mulher, o que vai prendê-la a você é
uma linha frágil que precisa ser reforçada diariamente.

Alimentação correta
Ninguém vive de vento. Mulher vive de carinho. Dê-lhe em abundância. É
coisa de homem, sim, e se ela não receber de você vai receber de quem?
Beijos matinais e um "eu te amo" no café da manhã as mantém viçosas e
perfumadas durante todo o dia. Um abraço diário é como a água para as
samambaias. Não a deixe desidratar.

Flores também fazem parte de seu cardápio. Mulher que não recebe
flores murcha rapidamente e adquire traços masculinos como rispidez e
brutalidade.

Pelo menos uma vez por mês é necessário, senão obrigatório, servir um
prato especial. Música ambiente e um espumante num quarto de hotel são
muito bem digeridos e ainda incentivam o acasalamento o que, além de
preservar a espécie, facilitam a sua procriação.

Respeite a natureza
Você não suporta TPM? Case-se com um homem. Mulheres menstruam, choram
por nada, gostam de falar do próprio dia, discutir a relação... Se
quiser viver com uma mulher, prepare-se para isso.

Não tolha a sua vaidade. É propriedade de a mulher hidratar as mechas,
pintar as unhas, passar batom, gastar o dia inteiro no salão de beleza,
colecionar brincos, comprar sapatos, ficar horas escolhendo roupas no
shopping. Só não incentive muito estes últimos pontos ou você criará
um monstro consumista.

Cérebro feminino não é um mito
Por insegurança, a maioria dos homens prefere não acreditar na
existência do cérebro feminino. Por isso, procura aquelas que fingem
não possuí-lo (e algumas realmente o aposentaram!). Então, agüente
mais essa: mulher sem cérebro não é mulher, mas um mero objeto de
decoração.

Se você se cansou de colecionar bibelôs, tente se relacionar com uma
mulher. Algumas vão lhe mostrar que têm mais massa cinzenta do que
você. Não fuja dessas, aprenda com elas e cresça. E não se preocupe,
ao contrário do que ocorre com os homens, a inteligência não funciona
como repelente para as mulheres.

Não confunda as subespécies
Mãe é a mulher que amamentou você e o ajudou a se transformar em
adulto. Amante é a mulher que o transforma diariamente em homem. Cada
uma tem o seu período de atuação e determinado grau de influência ao
longo de sua vida. Trocar uma pela outra não só vai prejudicar você
como destruirá o que há de melhor em ambas.

Não faça sombra sobre ela
Se você quiser ser um grande homem tenha uma mulher ao seu lado, nunca
atrás. Assim, quando ela brilhar você vai pegar um bronzeado. Porém,
se ela estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda. Aceite: mulheres
também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar. O homem
sábio alimenta os potenciais da parceira e os utiliza para motivar os
próprios. Ele sabe que preservando e cultivando a mulher, ele estará
salvando a si mesmo.

Salvem as mulheres !!


Wednesday, January 28, 2009

Elegia Desesperada




(O Desespero da Piedade)

Vinicius de Moraes




Meu Senhor, tende piedade dos que andam de bonde
E sonham no longo percurso com automóveis, apartamentos...
Mas tende piedade também dos que andam de automóvel
Quantos enfrentam a cidade movediça de sonâmbulos, na direção.


Tende piedade das pequenas famílias suburbanas
E em particular dos adolescentes que se embebedam de domingos
Mas tende mais piedade ainda de dois elegantes que passam
E sem saber inventam a doutrina do pão e da guilhotina


Tende muita piedade do mocinho franzino, três cruzes, poeta
Que só tem de seu as costeletas e a namorada pequenina
Mas tende mais piedade ainda do impávido forte colosso do esporte
E que se encaminha lutando, remando, nadando para a morte.


Tende imensa piedade dos músicos de cafés e de casas de chá
Que são virtuoses da própria tristeza e solidão
Mas tende piedade também dos que buscam o silêncio
E súbito se abate sobre eles uma ária da Tosca.


Não esqueçais também em vossa piedade os pobres que enriqueceram
E para quem o suicídio ainda é a mais doce solução
Mas tende realmente piedade dos ricos que empobreceram
E tornam-se heróicos e à santa pobreza dão um ar de grandeza.


Tende infinita piedade dos vendedores de passarinhos
Quem em suas alminhas claras deixam a lágrima e a incompreensão
E tende piedade também, menor embora, dos vendedores de balcão
Que amam as freguesas e saem de noite, quem sabe onde vão...


Tende piedade dos barbeiros em geral, e dos cabeleireiros
Que se efeminam por profissão mas são humildes nas suas carícias
Mas tende maior piedade ainda dos que cortam o cabelo:
Que espera, que angústia, que indigno, meu Deus!


Tende piedade dos sapateiros e caixeiros de sapataria
Quem lembram madalenas arrependidas pedindo piedade pelos sapatos
Mas lembrai-vos também dos que se calçam de novo
Nada pior que um sapato apertado, Senhor Deus.


Tende piedade dos homens úteis como os dentistas
Que sofrem de utilidade e vivem para fazer sofrer
Mas tente mais piedade dos veterinários e práticos de farmácia
Que muito eles gostariam de ser médicos, Senhor.


Tende piedade dos homens públicos e em particular dos políticos
Pela sua fala fácil, olhar brilhante e segurança dos gestos de mão
Mas tende mais piedade ainda dos seus criados, próximos e parentes
Fazei, Senhor, com que deles não saiam políticos também.


E no longo capítulo das mulheres, Senhor, tenha piedade das mulheres
Castigai minha alma, mas tende piedade das mulheres
Enlouquecei meu espírito, mas tende piedade das mulheres
Ulcerai minha carne, mas tende piedade das mulheres!


Tende piedade da moça feia que serve na vida
De casa, comida e roupa lavada da moça bonita
Mas tende mais piedade ainda da moça bonita
Que o homem molesta — que o homem não presta, não presta, meu Deus!


Tende piedade das moças pequenas das ruas transversais
Que de apoio na vida só têm Santa Janela da Consolação
E sonham exaltadas nos quartos humildes
Os olhos perdidos e o seio na mão.


Tende piedade da mulher no primeiro coito
Onde se cria a primeira alegria da Criação
E onde se consuma a tragédia dos anjos
E onde a morte encontra a vida em desintegração.

Tende piedade da mulher no instante do parto
Onde ela é como a água explodindo em convulsão
Onde ela é como a terra vomitando cólera
Onde ela é como a lua parindo desilusão.


Tende piedade das mulheres chamadas desquitadas
Porque nelas se refaz misteriosamente a virgindade
Mas tende piedade também das mulheres casadas
Que se sacrificam e se simplificam a troco de nada.


Tende piedade, Senhor, das mulheres chamadas vagabundas
Que são desgraçadas e são exploradas e são infecundas
Mas que vendem barato muito instante de esquecimento
E em paga o homem mata com a navalha, com o fogo, com o veneno.


Tende piedade, Senhor, das primeiras namoradas
De corpo hermético e coração patético
Que saem à rua felizes mas que sempre entram desgraçadas
Que se crêem vestidas mas que em verdade vivem nuas.


Tende piedade, Senhor, de todas as mulheres
Que ninguém mais merece tanto amor e amizade
Que ninguém mais deseja tanto poesia e sinceridade
Que ninguém mais precisa tanto alegria e serenidade.


Tende infinita piedade delas, Senhor, que são puras
Que são crianças e são trágicas e são belas
Que caminham ao sopro dos ventos e que pecam
E que têm a única emoção da vida nelas.


Tende piedade delas, Senhor, que uma me disse
Ter piedade de si mesma e da sua louca mocidade
E outra, à simples emoção do amor piedoso
Delirava e se desfazia em gozos de amor de carne.


Tende piedade delas, Senhor, que dentro delas
A vida fere mais fundo e mais fecundo
E o sexo está nelas, e o mundo está nelas
E a loucura reside nesse mundo.


Tende piedade, Senhor, das santas mulheres
Dos meninos velhos, dos homens humilhados — sede enfim
Piedoso com todos, que tudo merece piedade
E se piedade vos sobrar, Senhor, tende piedade de mim!


A poesia acima foi extraída do livro "Antologia Poética", Editora do Autor - Rio de Janeiro, 1960, pág.73.

Conheça a vida e a obra do autor em "Biografias".

Monday, January 19, 2009

"O inferno dos vivos não é algo que será; se existe, é aquele que já está aqui, o inferno no qual vivemos todos os dias, que formamos estando juntos. Existem duas maneiras de não sofrer. A primeira é fácil para a maioria das pessoas: aceitar o inferno e tornar-se parte deste até o ponto de deixar de percebê-lo. A segunda é arriscada e exige atenção e aprendizagem contínuas: tentar saber reconhecer quem e o que, no meio do inferno, não é inferno, e preservá-lo, e abrir espaço". (Italo Calvino, As cidades invisíveis).

Sunday, January 11, 2009

Repousas em pele nua....
..sobre os os panos do tempo!
tua beleza antiga...
na tua alvura epidermica!
Contrastam com o dourado da luz de fundo!
...no calor do sol.. na frescura da tua pele!

Saturday, January 10, 2009

Recebi de Adriana Célia

Dá-me um coração
DÁ-ME, MEU DEUS, UM CORAÇÃO NOVO.
UM CORAÇÃO QUE SEJA CAPAZ DE COMPREENDER, E NÃO DE CONDENAR;
QUE SEJA CAPAZ DE PERDOAR E NÃO DE GUARDAR MÁGOAS,
QUE SEJA ABERTO PARA O AMOR E FECHADO PARA O ÓDIO.
DÁ-ME UM CORAÇÃO QUE SEJA CHEIO DE ALEGRIA E NÃO DE TRISTEZA;
QUE BUSQUE A PAZ E NÃO A GUERRA;
QUE BUSQUE A SUA LUZ E NÃO AS TREVAS.
DÁ-ME UM CORAÇÃO QUE SEJA FORTE PARA NÃO DESISTIR DESSA DURA JORNADA;
QUE SEJA CAPAZ DE AJUDAR O PRÓXIMO E NÃO DE HUMILHAR,
QUE SEJA CAPAZ DE SOFRER PELSO OUTROS E NÃO DE FAZER OS OUTROS SOFREREM.
DÁ-ME UM CORAÇÃO QUE PROMOVA A HARMONIA E NÃO A DESUNIÃO;
QUE SEJA VITORIOSO E NÃO DERROTADO;
QUE AO INVÉS DA REJEIÇÃO, EU POSSA DAR CARINHO E APOIO A TODOS QUE PRECISAM DE MIM. DÁ-ME UM CORAÇÃO QUE SEJA CHEIO DE BONDADE E NÃO DE MALDADE,
QUE SEJA CHEIO DE ESPERANÇA E NÃO DE DESCRENÇA;
QUE SEJA CAPAZ DE LUTAR E NÃO DESANIMAR.
DÁ-ME UM CORAÇÃO QUE SEJA, ACIMA DE TUDO, CAPAZ DE LHE AGRADECER PELA SUAVE PRESENÇA DO SENHOR EM MINHA VIDA.
(ADRIANA CÉLIA)

Monday, January 5, 2009

"Eu não sou eu.
Eu sou alguém que caminha a meu lado.
Que permanece em silêncio quando estou falando.
Que perdoa e esquece quando estou irado, esbravejando.
Que segue sereno quando estou aflito, sofrendo.
E que estará de pé quando eu estiver morrendo.
Eu não sou eu.
Eu sou alguém que caminha a meu lado."
Juan Ramón Jiménez

Sunday, January 4, 2009

"...se antes de cada ato nosso,
nos puséssemos a prever todas as
consequências dele,
a pensar nelas a sério,
primeiro as imediatas,
depois as prováveis,
depois as possíveis,
depois as imagináveis,
não chegaríamos sequer a mover-nos
de onde o primeiro pensamento
nos tivesse feito parar."

Ensaio sobre a Cegueira ( José Saramago )